.posts recentes

. ...

. Miguel Torga

. ...

. ...

. FELIZ ANO NOVO

. FELIZ NATAL

. Breve Alusão ao Milagre d...

. ...

. Marés de Verão

. São Leonardo de Galafura

. ...

. Fugas e Momentos

. ...

. Fugas e Momentos

. Poesia

. Imaginação

. Imaginação

. Inspira-me

. Фредерик Шопен. Весенний ...

. Canção da esperança

.arquivos

. Novembro 2017

. Dezembro 2015

. Agosto 2014

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Dezembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Janeiro 2011

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.Serenamente

.Partilhas

Estou no Blog.com.pt Poetry Art Blogs - Blog Catalog Blog Directory Uêba - Os Melhores Links Globe of Blogs blogarama.com blogarama - the blog directory blog search directory Blog search directory

Technorati Profile Add to Technorati Favorites Blog Directory
blogs SAPO

.Ver o Tempo em Portugal e no Mundo

Weather Forecast
Avalie Este Blog!
Uma serena visita!
Domingo, 12 de Novembro de 2017

...

https://www.youtube.com/watch?v=YxNSZRo0oBc

https://www.youtube.com/watch?v=YxNSZRo0oBc



Miguel Torga

https://www.youtube.com/watch?v=NGDMCbAI0JM

DSC00528.JPG

DSC00527.JPG

Uma leve brisa passa     enquanto murmura: Torga, Torga... Torga...     Erguem-se súbitos mastros~     *" À proa dum navio de Penedos "     Em S. Leonardo da Galafura vive eterna a alma da poesia.      **Alusão ao poema "São Leonardo da Galafura" de Miguel Torga

https://www.youtube.com/watch?v=NGDMCbAI0JM



...

http://ensina.rtp.pt/artigo/ariane-de-miguel-torga/

http://ensina.rtp.pt/artigo/ariane-de-miguel-torga/



Terça-feira, 29 de Dezembro de 2015

...

images.jpg



Sábado, 26 de Dezembro de 2015

FELIZ ANO NOVO

BRINDE.gif

UM EXCELENTE 2016



Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2015

FELIZ NATAL

Feliz_Natal.jpg

<p>http://lovelyhome.pt/</p>



Quinta-feira, 7 de Agosto de 2014

Breve Alusão ao Milagre das Rosas

 

Basta clicar para ver  o Slideshow de alguns pinheiros "serpente" 

http://fotos.sapo.pt/isasms/playview/3

 

 

 

 

Pinheiros Sepente

 

“Pinheiros Serpente" do Pinhal do Rei

 S.Pedro de Moel

(Concelho de Marinha Grande, Distrito de Leiria)

Maio de 2008

 

Fotografias Isabel Simões

 

 

 

 

Breve alusão ao milagre das rosas 

 

Testemunhas silenciosas da dor de D.Isabel os pinheiros  dobraram-se e choraram.

Choraram também por todos  os pobres, pelos seus irmãos postos a navegar, pela areia aprisionada na praia, pela clausura das cantigas de amigo   e até pelas rosas abandonadas.  

Amanhecem acariciados pelo vento, beijados pela maresia

continuarão

ao longo dos tempos a beijar a terra 

enquanto houver dor

e

rosas abandonadas.

 

Isabel Simões

 

 

 

 

 

sinto-me:


Quarta-feira, 10 de Julho de 2013

...

Crystallize - Lindsey Stirling (Dubstep Violin Original Song)

 

 

 



Marés de Verão

{#emotions_dlg.sol}MY LAST SUMMER{#emotions_dlg.sol}

 

 

Como uma vela voguei nas marés dos sonhos impossíveis

Dancei por entre as brisas doces de longos verões

Acordei manhãs pálidas em praias desertas

Em pequenos búzios ouvi o canto aprisionado das ondas do mar

e nas rochas molhadas bebi os cheiros longínquos dos tempos

Vi ondas e instantes beijarem-se furtivos, lá longe no horizonte

Ao som do piano e da harpa abracei o azul do céu, o azul do mar

e desenhei  pontes de serenidade

 

No fundo do mar (sem Van Gogh)colhi noites estreladas

e afoguei os dias felizes, para não mais os  perder

 

No fundo do mar perdi talentos, lancei redes e

recolhi o som triste de sereias perdidas

 

E se me deixar embalar arrastarei

maravilhas de sons, cheiros, risos,

rios e mares para o vale da poesia,

da música e do amor

livres de redes, talentos e sereias perdidas.

 

 

Isabel Simões

música: My Last Summer


Domingo, 2 de Junho de 2013

São Leonardo de Galafura

 

                                                   Fotografia - Isabel Simões 

 

 

                                                    Fotografia - Isabel Simões 

 

Nasce o sol na montanha

 

desce a manhã na colina

 

sílaba a sílaba

 

palavra a palavra

 

sobe socalco acima

 

a mágica luz da poesia.

 

 

 

 

 

 

                                                   Fotografia - Isabel Simões 

 

 

Parado no doirado Outono 

 

aconchegado nas verdes margens

 

desliza o Douro muito azul

 

reclamando amores

 

aos majestosos socalcos 

 

deslizantes de cores

 

de fragrâncias

 

de sabores!

 

 

 

 

 Fotografia - Isabel Simões 

 

 

 

Sorrindo, rindo, gargalhando, 

 

sumarentos e perfumados cachos

 

abraçam o Outono desde o romper do dia.

 

 

                                                    Fotografia - Isabel Simões 

 

Uma leve brisa passa

 

 

enquanto murmura: Torga, Torga... Torga...

 

 

Erguem-se súbitos mastros~

 

 

*" À proa dum navio de Penedos "

 

 

Em S. Leonardo da Galafura vive eterna a alma da poesia. 

 

 

**Alusão ao poema "São Leonardo da Galafura" de Miguel Torga

 

 

 Fotografia - Isabel Simões 

 

 

Douro meu amor

 

festa da vida

 

e dos sentidos

 

nas tardes de lagarada

 

és leito, foz e nascente

 

murmureja segredos

 

desenha sonhos

 

caminhos e roteiros

 

aporta ao cais da esperança

 

as cantigas e as danças

 

e à noitinha na hora dos felizes cansaços

 

devolve-te inteiro

 

à intacta memória das tuas águas

 

à intacta memória dos teus amores.

 

 

 

 

Fotografia - Isabel Simões 

 

 

A Natureza desistiu

O Transmontano sonhou

trabalhou e agradeceu.

 

Deus olhou, admirou e sorriu:

tinham sido criados

as fragrâncias

os néctares

o silêncio

e a poesia.

 

 

 

Fotografia - Isabel Simões 



...

 

 

Fotografias  Isabel Simões

 

 

Brancas fragrâncias desatam doces memórias de viagens inacabadas.



Fugas e Momentos

Fugas e Momentos

Isabel Simões (guache)

sinto-me:


...

sinto-me:
música: Kitaro


Fugas e Momentos



Poesia

 

S.Pedro de Moel inverno de 2010 - foto Isabel Simões

 

 

 

 

 

"A ciência desenha a onda; a poesia enche-a de água."

 







sinto-me:


Imaginação

sinto-me:
música: Волшебная Композиция Хрустальная Грусть


Imaginação

"A imaginação muitas vezes conduz-nos a mundos a que nunca fomos,

 

 mas sem ela não iremos a nenhum lugar."

 






sinto-me:


Sexta-feira, 31 de Maio de 2013

Inspira-me



Фредерик Шопен. Весенний Вальс (Мелодия Рая)

música: Фредерик Шопен. Весенний Вальс (Мелодия Рая)


Canção da esperança

No gelo das tuas pétalas

adormeci sonhos brancos

No gelo das tuas pétalas

escondi segredos de joaninhas e de cerejeiras

escondi as primaveras e as suas fragrâncias

e escondi –me de mim também!

 

Onde estou?

Que música é esta que escuto e me estremece

que me afaga e me esmaga…?

 

No gelo das tuas pétalas

perdi-me em avenidas e escolhi atalhos

morri nos invernos

adormeci no vento dos outonos

Tóquio ficou longínquo

Nova York ficou distante

E eu apartada de mim fiquei!

 

No gelo das tuas pétalas… vou renascer

e regressar nas tuas asas, joaninha

e viver nas tuas pétalas, cerejeira

 

No gelo das tuas pétalas

vou ser cereja e cerejeira

joaninha e mensageira

 

No gelo das tuas pétalas

No sono dos tempos

vou serenar nas  tempestades

e florir na paz dos desertos

 

Isabel Simões

sinto-me:
música: Волшебная композиция Хрустальная грустьпродолжение


.Frase do dia

.mais sobre mim

.Translate this blog in

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

.SERENOS REGRESSOS

conter12

.Serenas e únicas passagens