.posts recentes

. ...

. Miguel Torga

. ...

. ...

. FELIZ ANO NOVO

. FELIZ NATAL

. Breve Alusão ao Milagre d...

. ...

. Marés de Verão

. São Leonardo de Galafura

. ...

. Fugas e Momentos

. ...

. Fugas e Momentos

. Poesia

. Imaginação

. Imaginação

. Inspira-me

. Фредерик Шопен. Весенний ...

. Canção da esperança

.arquivos

. Novembro 2017

. Dezembro 2015

. Agosto 2014

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Dezembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Janeiro 2011

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

blogs SAPO
Domingo, 24 de Agosto de 2008

Lágrimas e Riso do Tempo

 
 
 
 
 
 
Lágrimas e Riso do Tempo
 
Disseram-se sempre que as rugas
são as lágrimas e o riso do tempo
 
Rugas obrigatórias
para almas e corpos
percursos longos de lágrimas
caminhos breves do riso
veredas incertas do sorriso
 
Nunca me disseram que também se vai o tempo enrugando
e à nossa passagem lágrimas brotam no seu adeus
às rugas que em nós foi desenhando.
 
 
Isabel Simões  


Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

Uma História Simples

 UMA HISTÓRIA SIMPLES

  A mim me devolvo ao silêncio dos dias sem margens.
  Renascerei como barco à vela rumo à terra do Sempre.
                                                         
      Serei Mãe. Continuarei Mãe.
...........
  Colherei noites de paz e amarei as estrelas.
...........
  Um dia a saudade vai chegar. Recordarás os dias felizes, os momentos azuis... Tarde, demasiado tarde... como sempre!
...........
  Serei um sonho perdido.  Chora,  se ainda souberes amar. Alguma vez soubeste?...
                                                           Para mim está a ficar tarde.
          
                                                            Adeus! Parto com o vento.
 
 
Repetição parcial do Post Editado em 2008/06/06, agora ilustrado com o vídeo Youtube  que fiz  com o pseudónimo "amar ao longe"

 



Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008

Entre nós

 

Entre nós há barcos

e um mar imenso de solidão

de dor

de lágrimas

de penumbras que encheram dias

de sombras que amanheceram  noites

 

Como onda rasa navegaste meu corpo

inauguraste o hino da vida

revolveste a praia

arrasaste o areal

e

partiste no solstício de Verão

 

 

 

 

Não percorremos as noites

Não amámos as manhãs

Não demos as mãos

 

 

Partiste antes, muito antes
no solstício de Verão

 

Sentada em Setembro

despedi-me do Verão

No Inverno chorei

com a chuva

 

Em silêncio desci

todas as tempestades

morri todas as noites

renasci todas as manhãs

adormeci tardes de dor

embalei memórias de amor

 

 

Partiste antes, muito antes

no solstício de Verão

quando o princípio

estava longe do fim

 

Em mim ficou a geografia incerta do teu corpo

a memória breve do teu riso

o cheiro intenso de ti

a vida a pulsar em mim

  

Pedaços de lua clarearam as noites

risos de menino desataram silêncios

e perdoaram todas as lágrimas do mundo

 

Na memória

ouve-se o silêncio do tempo

 

  

No coração, a música suave

de uma canção de embalar

e um menino, o melhor de ti

a rir e

a chorar, a chorar

no solstício de Verão.

 

Isabel Simões 

 

 

 

 Fotografia: Isabel Simões
 
 
 
 
 

 

sinto-me:
tags: ,


Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

Depois de Ti

 

Depois de ti

Uma brisa morna
um arrepio pelo abraço
que não aconteceu
 
Da boca sedenta
não saltou o beijo
nem nasceu uma estrela nova, azul, quente
que iluminasse a nossa noite enorme e escura
e transformasse as nossas fantasias
em felizes amores
 
mesmo assim
há na tua ausência
qualquer coisa de transcendente
que serena
que pacifica
a cavalgada selvagem na garupa sem sela
que teimo em fazer
pelo limbo do tempo
num aceno meio desesperado
numa cavalgada de desafios
muito solitária
meia solidária com
um destino
que não sei desafiar
e tenho medo de contrariar
 
por isso meu amor
quando te aproximas
só sei dizer adeus.
 
Isabel Simões
 
 
Dali - Figure At Window
 
 
 
 

 

 

 

tags:


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds